O VERSO DO TEU POEMA

by Grace Spiller

 

 

Em que paragens te achas,

Que brisas te assopram,

Que flores te beijam?

 

Ah, amor, quem me dera

Ser maga ou anjo,

Com dons de te ver!

 

Encontrar os teus olhos,

Adentrar teus sentires,

Descobrir teus sonhares...

 

Entregar-te o beijo ardente,

O desejo há tanto guardado,

A chama que me consome...

 

Ah, querido, quem me dera

Ser a flor que enfeita teu jardim

Ou a fruta, doce e tenra, que colhes!

 

Quem me dera, amor,

Ser tua amante ou namorada,

Tua mulher mais amada!

 

Mas inda que nada disso eu seja,

Serei feliz se um dia eu for apenas

Tua musa, um verso do teu poema!

 

RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!